< Voltar

De forma lúdica, Fisioterapia da Uningá previne quedas em idosos

11 de maio de 2017

O projeto Saúde do Idoso desenvolvido pelos acadêmicos do último ano do Curso de Fisioterapia da Uningá faz a diferença na vida de idosos de Jardim Alvorada, em Maringá. Orientados pelos alunos e de forma lúdica, eles participam de jogos e brincadeiras que ajudam a exercitar o corpo e a mente, ganhar mais autonomia e a interagir com os colegas.

 

O projeto começou em 2013 aberto a toda a comunidade e os encontros acontecem às sextas-feiras pela manhã, no campus da Uningá, na avenida Morangueira, saída para Astorga. Segundo a professora Simone Fernandes, mestre em Saúde Coletiva e supervisora de estágio em Saúde do Idoso, a queda é uma das principais causas da perda de autonomia e morte na terceira idade, em razão da falta de coordenação, flexibilidade e equilíbrio.

 

A fisioterapeuta lembra que transporte, lazer, cultura, educação entre outras necessidades são essenciais para a saúde do idoso. “Aqui eles fazem fisioterapia brincando, ganham mais disposição para os trabalhos domésticos e aprendem a prevenir quedas. É muito bom o trabalho com eles, pela qualidade da reposta”, avalia a supervisora.

 

O motorista aposentado Alcides Garcia Moreno, de 70 anos, começou a frequentar o grupo há três, e afirma que a saúde melhorou. “Quando parei de trabalhar me senti desanimado. O grupo me ajuda a arejar as ideias. Aqui eu me movimento e me sinto melhor”. A dona de casa Vanda Maria de Oliveira, de 73 anos, está no grupo dede o início, há cinco anos. “Com essas atividades eu levo a vida mais ativa porque mexem muito com a mente da gente, sem falar na convivência com o grupo”, diz.

 

O projeto acontece como prática de estágio para os formandos de Fisioterapia. “Com esse trabalho, nós temos a oportunidade de aplicar nossos conhecimentos e avaliar os resultados. Eu aprendo muito com a experiência deles e é muito bom ajudar o próximo”, conta a acadêmica Helen Zampiroli, do 5º ano de Fisioterapia.

DESTAQUES VEJA TODOS