< Voltar

“Urgência e Emergência” é tema da XV Semana de Enfermagem da UNINGÁ

O evento começa nesta quarta (28). Serão três dias de palestras e minicursos para atualização de conhecimento técnico-científico e ético para profissionais e acadêmicos da área.

27 de junho de 2017

A atuação do profissional na “Urgência e Emergência” na pediatria, na obstetrícia e com adultos é o tema da XV Semana de Enfermagem da UNINGÁ (Centro Universitário Ingá). A conferência de abertura será nesta quarta (28), às 19h30, no Anfiteatro Anísio Teixeira, no campus da instituição, na avenida Morangueira (PR-317), saída para Astorga.

Segundo a professora e coordenadora do evento, Lilian Gatto, serão três dias de palestras e minicursos com simulação de situações práticas da rotina da enfermagem para aperfeiçoamento técnico-profissional. “O enfermeiro é quem está todo o tempo com o paciente e precisa estar preparado para a primeira abordagem, que pode acontecer em qualquer situação”, explica.

Todo conteúdo teórico e prático da XV Semana de Enfermagem, que segue até sexta (30), está direcionado para a “Urgências e Emergência” em hospitais, clínicas e demais unidades de saúde. Lilian alerta que uma situação de emergência pode acontecer até mesmo numa clínica de estética, embora para um leigo o local pareça extremamente seguro.

Um choque anafilático, por exemplo, é uma situação grave, que expõe o paciente ao risco imediato de morte, pode ocorrer segundos ou minutos depois da exposição a um alérgeno e exige atendimento imediato. “É sempre a enfermagem quem percebe os sinais de piora e agravamento do paciente. É esse profissional quem gerencia a equipe e identifica os pacientes mais graves”, explica a coordenadora.

Na conferência de abertura, os alunos vão aprender mais sobre o perfil, as atividades e o trabalho que o profissional de enfermagem desempenha no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).



Confira a programação da XV Semana de Enfermagem da UNINGÁ

 

Quarta - 28/06
19h: Conferência de Abertura da Semana de Enfermagem
 

Tema: Enfermagem no Contexto das Urgências/Emergências

UNINGÁ - Anfiteatro Anísio Teixeira

19:30h - Tema: A importância da atuação da enfermagem nas urgências e emergências 
Palestrante: Enfermeiro mestre - Marcelo Ascêncio - Secretaria Municipal de Saúde de Maringá
20:15h - Projeto “Terapia da Alegria” - Além da maquiagem, nariz vermelho e roupas coloridas
20:45h – Apresentação musical
21:30h – Coquetel e Mostra Científica
Projeto/artigos científicos dos acadêmicos e docentes de enfermagem

 

Quinta e sexta - 29/06 e 30/06 
Das 19:00 às 22:40h - Minicursos nas salas de aula 66, 67 e 68
 
Sala 1: Emergências do Adulto
Ministrante: Enfermeira Dr.ª Cátia Millene Dell′Agnolo
 

Hospital Universitário de Maringá (HUM)
Sala 2: Emergências Pediátricas
Ministrantes:
Enfermeiras Maria Cristiana Pereira Farias Pinto e Natalina Maria da Rosa

Hospital Universitário de Maringá (HUM)
Sala 3: Emergências Obstétricas
Ministrante: Enfermeira Esp. Eliana Cismer
SEMILLA - Parto Domiciliar e Hospitalar

 

Perfil da Enfermagem no Paraná

Um estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por iniciativa do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), traçou o perfil da Enfermagem em 57 estados brasileiros, entre eles o Paraná. Os pesquisadores ouviram auxiliares, técnicos e enfermeiros. O estado possui pelo menos 80 mil profissionais, sendo 76,5% de técnicos e auxiliares e 23,5% de enfermeiros, conforme a pesquisa.

Quanto ao mercado de trabalho, 56,9% da equipe de enfermagem encontra-se no setor público; 33,2% no privado; 15,7% no filantrópico e 12,7% nas atividades de ensino. A equipe de enfermagem no Paraná é composta por 87,9% de mulheres, mas observa-se um aumento do interesse dos homens pela profissão.

O “Perfil da Enfermagem no Brasil”, com 1,8 milhão de profissionais, é o mais amplo levantamento realizado sobre uma categoria profissional na América Latina é inédito. O estudo foi realizado em 2015.

DESTAQUES VEJA TODOS