< Voltar

Aluno é aprovado em mestrado de Odontologia da UNINGÁ com técnica de desgaste mínimo do dente para tratamentos de facetas de porcelana

O aluno Daniel Matioda Araújo, da 7ª turma de Prótese Dental do mestrado de Odontologia da UNINGÁ, defendeu em sua dissertação de mestrado apresentada nesta quarta-feira (28), a possibilidade de deixar os dentes mais ‘branquinhos’ utilizando a técnica de facetas e lentes de contato com desgaste mínimo da estrutura dental. A apresentação foi às 9h, no auditório em frente à reitoria.

29 de junho de 2017

O aluno Daniel Matioda Araújo, da 7ª turma de Prótese Dental do mestrado de Odontologia da UNINGÁ, defendeu em sua dissertação de mestrado apresentada nesta quarta-feira (28), a possibilidade de deixar os dentes mais ‘branquinhos’ utilizando a técnica de facetas e lentes de contato com desgaste mínimo da estrutura dental. A apresentação foi às 9h, no auditório em frente à reitoria.

Nos casos em que há comprometimento de cor, manchas, dente girado/ desalinhado ou alteração de forma, há necessidade de desgaste da estrutura dental, quando o tratamento de facetas é adotado. Por exemplo, em um dente que escureceu após um trauma dental, é necessário desgastar uma maior quantidade do dente para que se tenha uma maior espessura da porcelana, que permita esconder a cor escura existente. 

Segundo o professor-doutor de Prótese e Dentística, Daniel Sundfeld Neto, a técnica desenvolvida pelo aluno conseguiu resolver dois problemas de uma forma muito eficaz. “Ele conseguiu mascarar a cor escura sem ter que desgastar uma maior quantidade de estrutura dental ao aplicar um material opaco (branco) sobre a região mais escurecida, antes de “colar” a faceta sobre o dente. O resultado positivo, é que preserva-se, ao máximo, a estrutura do dente. Além disso, a proposta da dissertação de mestrado do Daniel mostrou qualidade estética tão boa quanto a técnica das facetas realizada em dentes claros”, explica Sundfeld, também orientador de Daniel.

Segundo ele, resolver o problema estético com desgaste mínimo dos dentes é muito importante porque ao mesmo tempo se preserva a vitalidade e resistência da estrutura dental. Dr. Sundfeld ressaltou que a procura por facetas e lentes de contato estão em alta nas clínicas e consultórios e que Daniel foi muito feliz na escolha do tema para a dissertação.

O professor afirma que os dentes desempenham um papel muito importante na autoestima. “Quando são brancos, bem alinhados e bonitos, a pessoas se sentem mais confiantes e com melhor autoestima. Já o contrário, inibe o sorriso espontâneo”, diz

DESTAQUES VEJA TODOS