< Voltar

“Dor Pós-Operatória” é o tema do 6º Sábado Sem Dor e está com inscrições abertas

29 de junho de 2017

A dor é considerada o quinto sinal vital do paciente e a “Dor Pós-Operatória” é o tema do Sábado Sem Dor, que acontece no dia 15 de julho, das 7h30 às 16h30, no Anfiteatro Prof. Darcy Ribeiro, na UNINGÁ. O evento tem caráter científico, é promovido pela Liga Acadêmica Sem Dor (Lidosmar) de Maringá para os profissionais e estudantes interessados em “Analgesia Pós-Operatória”.

Segundo o presidente da Lidosmar, Alisson Belini, a inspiração para a escolha do tema se deu em razão da International Association for the Study of Pai (IASP) ter instituído 2017, o Ano Mundial contra a Dor Pós-Operatória e a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SEBED) também ter abraçado a mesma causa.

Para a dinâmica dessa edição do evento, a comissão organizadora optou pela realização de oito palestras de no máximo 40 minutos cada, totalizando dez horas-aula. “Em cada evento conseguimos abordar um tema diferente e trazer conhecimento amplo aos profissionais da área da saúde”, ressalta o coordenador professor-doutor Orlando Colhado, referência na área e reconhecido, internacionalmente, por sua trajetória clínica e acadêmica dedicada ao estudo da dor, nos últimos 15 anos.

Segundo Dr. Colhado, “a dor é a queixa mais comum nos atendimentos médicos e uma das atribuições do profissional da área de saúde é trazer qualidade de vida a seus pacientes”, destaca. Ao comentar a relevância do evento, o coordenador destaca a oportunidade de abordar conteúdos que, normalmente não fazem parte da grade curricular dos cursos da área da saúde.

“Os temas abordados são de fundamental importância para a qualidade de vida e a diminuição de complicações de pacientes que apresentam síndromes dolorosas”, explica Dr. Colhado.

Quanto aos avanços no tratamento da dor, o médico destaca o desenvolvimento de novas drogas analgésicas, que embora não tenham sido desenvolvidas especificamente para o controle da dor, têm sido consideradas eficazes no controle da dor como os antidepressivos e anticonvulsivantes. “Podemos destacar também o aperfeiçoamento de técnicas para os bloqueios percutâneos para o controle da dor, que tem sido de grande utilidade, na melhora dos pacientes com dor”, completa. Dr. Orlando Colhado é coordenador da pós-graduação (latu sensu) em Controle da Dor e Medicina Paliativa na UNINGÁ, única do gênero, no Paraná, voltada para médicos.

INSCRIÇÕES: goo.gl/HQVpR7
Taxa de inscrição é R$ 20,00 para profissionais e R$ 40,00 para profissionais.

A PROGRAMAÇÃO

07h30min – Credenciamento
08h00min – Fisiopatologia da Dor Pós-operatória (Prof.ª Drª Célia R. A. Da Silva) 08h45min – Consequências da Dor Pós-operatória (Prof° Dr° Orlando C. G. Colhado)
09h30min – Coffe Break.
09h50min – Tratamento na prática clínica (Dr° Vinicius R. Danielli)
10h35min – Procedimentos Específicos na Dor Pós-operatória (Prof° Dr° Sunderland Gurgel)
11h30min – Intervalo para o almoço
13h00min – Uso de opioides em UTI (Prof° Dr° Sunderland Gurgel)
13h45min – Analgesia em paciente politraumatizado (Dr° Guilherme de Holanda Cota)
14h30min – Coffebreak
14h50min – Analgesia Preemptiva (Dr° Guilherme de Holanda Cota)

15h35min – Bloqueios de Nervos Periféricos para Tratamento da Dor Pós-operatória (Dr° Ivan F. D. Pereira)
16h30min – Encerramento e entrega dos certificados.

DESTAQUES VEJA TODOS