< Voltar

Hospital Memorial UNINGÁ se reestrutura para atender urgência e emergência, em rede estadual

08 de agosto de 2017

O Hospital Memorial da UNINGÁ passa por adaptações para ampliação dos serviços e melhoria contínua no atendimento aos pacientes, na urgência e emergência de Maringá e também se estende aos demais municípios do Paraná.

O hospital já ajuda resolver a demanda reprimida do Sistema Único de Saúde (SUS), com a realização de 3 mil consultas por mês, em todas as especialidades, e internações clínico-cirúrgicas.

Segundo o atual diretor clínico Marcelo Puzzi, médico cardiologista e hemodinamicista, o Memorial é referência de atendimento por atender, em sua maioria pacientes do SUS encaminhados pelas UPAs e UBSs de Maringá e dos municípios de abrangência da 15ª Regional de Saúde.

As adaptações vão permitir o atendimento de toda demanda de urgência e emergência, cirurgias de grande porte e pacientes graves. “Será o único hospital da cidade com atendimento ao paciente do SUS, a ofertar do serviço básico, ao mais complexo”, adianta o diretor clínico.

A implementação das mudanças iniciaram em maio deste ano, quando houve a mudança de gestão e a médica anestesiologista, Raquel Gobbi de Oliveira, assumiu a diretoria técnica do hospital. “Tudo tem sido feito no sentido de mais resolutividade e agilidade ao atendimento e acolhimento dos nossos pacientes”, enfatiza Raquel Oliveira. A consultora Jaqueline Volpato passou a integrar a equipe há cerca de um mês, na direção administrativa do hospital.

Qualidade, humanização e inovação

O Memorial é o hospital-escola referência para o internato acadêmico do curso de Medicina da UNINGÁ - Centro Universitário Ingá. Segundo a médica, todos os investimentos na reestruturação têm ênfase, também, na qualidade do ensino dos acadêmicos e nos programas de residência médica oferecidos pelo hospital, nas especialidades de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Psiquiatria, Saúde da Família e Comunidade.

Todas as adaptações estão voltadas para o atendimento humanizado e assistencialismo de qualidade no atendimento ao paciente, seguindo princípios éticos e procedimentos padronizados”, ressalta a diretoria técnica. “Nosso o objetivo nos tornamos referência, no que se refere à inovação tecnológica e produção científica, nos inspirar em hospitais-escola de referência como USP e Unifesp para que os alunos saiam daqui preparados para atuar com excelência”, completa.

Atualmente, o hospital conta com 56 leitos para internamento clínico-cirúrgico pelo SUS, incluindo seis leitos de UTI. Com a reestruturação, que deve ser concluída até o final deste ano, esse número será ampliado para 90 leitos, sendo 10 deles para UTI humanizada e 5 salas cirúrgicas. A meta é realizar 250 cirurgias por mês, eletivas (agendadas) e emergenciais.


Serviço:
O Hospital Memorial UNINGÁ fica na avenida Paraná, 367, Centro. Telefone: 44-3224-6464



DESTAQUES VEJA TODOS