< Voltar

JORNADA ACADÊMICA UNINGÁ TRAZ PROFISSIONAIS E PALESTRANTES DE RENOME

16 de agosto de 2017

Mais de 100 palestras com especialistas em diversas áreas do conhecimento estão na programação da XIII Jornada Acadêmica 2017 da Uningá, que será realizada de 23 a 25 de agosto, no campus da instituição em Maringá. Na abertura no dia 23, uma atração nacional e muito aguardada pelo público: show com a Banda Ira!, a partir das 19h30, no estacionamento do campus, em Maringá.

O objetivo da décima terceira edição da jornada da Uningá é difundir conhecimento científico, debater temas pertinentes e de interesse acadêmico e promover um grande encontro entre estudantes do centro universitário e de participantes de outras instituições.

As palestras serão realizadas nos três períodos, manhã, tarde e noite. “Programamos as palestras e oficinas de forma a permitir a participação do aluno em todas as atividades do seu curso”, explica a professora-doutora Emília Maria Carvalho Kempinski, que integra a comissão organizadora da Jornada.

Farmácia e Engenharias

Um dos palestrantes de renome já confirmado para a Jornada Acadêmica é o farmacêutico Marcio Antoniassi, conselheiro do Conselho Regional de Farmácia e diretor do Sindicato dos Farmacêuticos do Paraná. Antoniassi vai falar sobre a Farmácia Clínica, área de atuação farmacêutica voltada à ciência e prática do uso racional de medicamentos, com foco no bem-estar do paciente. “Com a publicação da Lei 13.021 de 2014, a farmácia passou a ser considerada um “estabelecimento de saúde”, destaca ele, ao comentar “a necessidade constante da presença e atuação do profissional e de um ambiente diminua suas dores e sofrimentos”.

O engenheiro Djalma Bonini Junior, fiscal do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-Pr), fará palestra sobre as atribuições do profissional e as tendências do mercado nas áreas de Agronomia e Engenharias Civil. “O Crea busca aproximação com as instituições de ensino no sentido de mostrar aos acadêmicos as atribuições profissionais do engenheiro civil e agrônomo perante a legislação e a sociedade”.

O professor-doutor Marcus Vinicius Pimenta, coordenador do curso de Biomedicina da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Presidente Prudente, faz palestra sobre “Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde – IRAS”.

Segundo ele, a cada ano, aproximadamente 14% dos pacientes internados no Brasil contraem algum tipo de IRA. Pelo menos 100 mil pessoas morrem em decorrência das infecções, de acordo com a Associação Nacional de Biosegurança. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo Pimenta, estudos indicam que nas UTIs especialmente em decorrência ao elevado número de partos cesarianas ocorrem um número significativo de infecções desta natureza, o que eleva a morbimortalidade desses pacientes. “Diante desse cenário, o profissional biomédico pode atuar no laboratório clínico auxiliando no diagnóstico dessas infecções, no estabelecimento de padrões de resistência desses microorganismos, nas comissões de controle de infecção hospitalar e em pesquisas relacionadas”, afirma. 

DESTAQUES VEJA TODOS