< Voltar

Biomédica da UNINGÁ toma posse no Conselho Regional de Biomedicina do Paraná

23 de agosto de 2017

A técnica responsável pelo Laboratório de Análises Clínicas da UNINGÁ Gislaine Caviocchioli foi apresentada nesta terça-feira (22) como delegada do Conselho Regional e Biomedicina da 6ª Região (CRBM) na jurisdição de Maringá e região.

Ela substitui a professora e coordenadora do curso de Biomedicina da UNINGÁ, Daiane Pereira Camacho, que desde maio deste ano está no cargo de diretora tesoureira do Conselho. A apresentação da nova delegada empossada em 03 de agosto de 2017 aconteceu durante o IV Encontro Científico e o Meeting Maringá-Paraná de Biomedicina, no anfiteatro Paulo Freire.

Em seu discurso, a professora Daiane Camacho comentou a escolha da nova delegada. “Além de preencher todos os requisitos exigidos para o cargo pelo Conselho Federal de Biomedicina, eu a conheço muito bem e sei de sua integridade”. Ainda segundo Daiane, Gislaine foi sua aluna, formou-se na turma de Biomedicina da UNINGÁ em 2008 e há sete anos atua como responsável técnica pelo Laboratório de Análises Clínicas da instituição.

A presidente do Conselho, Janaína Naumann, de Guarapuava, prestigiou a apresentação da nova delegada aos acadêmicos do curso, docentes e profissionais biomédicos em Maringá. “A Biomedicina está ampliando sua área de atuação e o Conselho Regional da 6ª região, que abrange todo o Paraná e realiza um trabalho exemplar para o restante do País”, afirmou.

Ela lembra que até 2015, o Paraná integrava o conselho junto com outros cinco estados. Com o crescimento no número de profissionais em atuação na área e especialmente o número de cursos de Biomedicina no estado, o Paraná foi pioneiro em desmembrar e criar um conselho próprio.

A diretoria do conselho paranaense, empossada em maio deste ano, se estruturou de forma a estar presente em todo o estado. “Hoje temos sete delegados em praticamente todos os principais municípios paranaenses. Nossa diretoria é formada especialmente por coordenadores de cursos o que fortalece a participação do futuro profissional”, explica.

A presidente do conselho lembra que o principal objetivo do é fiscalizar o exercício profissional e destaca que o órgão trabalha para fortalecer a categoria. “A partir da regulamentação da profissão, a Biomedicina vem ampliando seu campo de atuação com muitas áreas novas que oferecem muito espaço para o crescimento do mercado”, afirma.

“Temos certeza que a Gislaine dará continuidade ao trabalho de seis anos que a professora Daiane, desenvolveu com muita dedicação e empenho em prol da biomedicina à frente da delegacia do CRBM em Maringá, afirmou a diretora Acadêmica da UNINGÁ, Carla Vasconcelos.

DESTAQUES VEJA TODOS