< Voltar

Acadêmicos da Ciência da Computação desenvolvem projeto de Internet das Coisas

20 de setembro de 2017

Alunos do 4º ano do curso de Ciência da Computação da UNINGÁ colocaram em prática um projeto interdisciplinar sobre IoT, sigla em inglês para Internet of Things, ou Internet das Coisas. A definição do termo é de “coisas conectadas, conversando entre si, sem intervenção de humanos”.

O projeto consiste no desenvolvimento de uma aplicação para Smartphone que “conversa” com um microcontrolador, enviando comandos para movimentar um carrinho. “O importante do projeto é que os alunos aprendem fazendo, colocando em prática o que viram na teoria”, afirma a professora Nagila Ribeiro, da disciplina de Controle e Automação.

Ela lembra que antes seria necessário o uso de computadores para acionar sistemas. Hoje vários dispositivos acionam os sistemas, como o desenvolvido pelos alunos que utilizam um celular para mover um carrinho via Bluetooth.

Nas práticas do Laboratório de Ciências da Computação os alunos da UNINGÁ utilizam os conhecimentos adquiridos no decorrer do curso, fazendo trabalhos em equipes e utilizando a metodologia de aprendizado “Learning By Doing”, ou aprender fazendo. Esta técnica envolve o ensino e aprendizado através de atividades experienciais.

Durante o ano, segundo a professora Nagila, os alunos tiveram acesso a uma série de informações sobre a programação de sistemas embarcados. Agora na prática desenvolveram o projeto e entendem a possibilidade dos equipamentos se comunicarem entre si.

A professora Claudia Heidemann de Santana, coordenadora do curso de Ciência da Computação da UNINGÁ, destaca a possibilidade dos alunos trabalharem em equipe no desenvolvimento do projeto. “Esta forma de aprendizado, demanda uma mente aberta e uma participação ativa dos alunos, todos colaborando com troca de experiências entre os acadêmicos”, explica.

A acadêmica Regiana Hafemann também destaca o trabalho em equipe no desenvolvimento do projeto, com a possibilidade de todos colaborarem com o conhecimento. “Cada um entra com seu potencial o projeto caminha rápido e todos aprendem”. Ela diz sempre ter interesse pela área de automação, e que pretende atuar na área depois de graduada.

O conceito Internet das Coisas, IoT surgiu em 1999, criado pelo pesquisador britânico Kevin Ashton, fundador do Centro de Auto-ID no Massachusetts Instituto of Technology (MIT). Ashton criou o termo para descrever um sistema onde a Internet está conectada ao mundo físico através de sensores onipresentes.

DESTAQUES VEJA TODOS