< Voltar

Simpósio Mitos e Verdades do Consumo de Alimentos de Origem Animal reúne especialistas na UNINGÁ

29 de setembro de 2017

Acadêmicos e profissionais de várias áreas participaram quinta-feira (28), do Simpósio Mitos e Verdades do Consumo de Alimentos de Origem Animal, realizado pelo Curso de Nutrição da UNINGÁ. O evento seguido de debate apresentou alguns aspectos sobre as polêmicas em torno dos alimentos de origem animal.

Especialistas apresentaram os principais aspectos questionados como o uso de vacinas, hormônios e a fiscalização no processo de produção dos alimentos. O simpósio, explica o coordenador do curso de Nutrição da UNINGÁ, professor doutor Fábio Branches Xavier, esclarece aos acadêmicos e profissionais os mitos e verdades sobre o consumo de alimentos de origem animal.

O professor doutor Leandro Castilha do curso de Zootecnia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) reforçou a proposta do simpósio de levar a questão dos alimentos de origem animal para fora das instituições de ensino. Esclareceu que a proposta não é incentivar ou inibir o consumo de nenhum alimento, mas de esclarecer sobre a questão através de resultados de pesquisas e estudos.

O professor doutor Luiz Paulo Rigolon, um dos grandes especialistas em produção da carne abriu as apresentações abordando a questão da qualidade da carne brasileira, citando o caso das reações ao uso de vacinas e hormônios. Participaram ainda da exposição a Dra. Magali Soares dos Santos Pozza, Dr. Luciano Soares de Lima, Dra. Daiane de Oliveira Grieser, especialista Ana Carolina Gomes e a Dra. Marcela Caleffi da Costa Lima Caniatti.

Acadêmicos e profissionais participaram do debate tirando as dúvidas especialmente sobre a sanidade na produção da carne brasileira. “Foi uma grande oportunidade para esclarecer algumas questões relacionadas ao consumo de carne e outros alimentos de origem animal”, afirmou o professor doutor Fábio Xavier. 

DESTAQUES VEJA TODOS