< Voltar

Professores da UNINGÁ apresentam trabalhos em reunião da SBPqO

04 de outubro de 2017

Professores da UNINGÁ apresentaram trabalhos na 34ª Reunião da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontologica (SBPqO), realizada em Campinas no início de setembro. Um dos trabalhos ficou entre os finalistas no evento, que reúne os maiores nomes da Pesquisa Cientifica Odontológica do Brasil.

O trabalho “Possible anti-bone regeneration role of Semaphorin 4D in periapical periodontitis” da professora Mariane Maffei Azuma, apresentado na categoria Hatton Awards foi classificado para a final. Na primeira etapa o trabalho apresentado em inglês foi um dos 20 classificados. Na sequência passou por uma banca composta por três professores/pesquisadores, ficando entre os oito finalistas.

A parte experimental da pesquisa foi realizada no Instituto de Pesquisa Forsyth/ Harvard School of Dental Medicine (Boston, Estados Unidos), com a colaboração de pesquisadores provenientes do Japão, China, Arábia Saudita e Brasil.

O trabalho teve como objetivo produzir um anti-corpo monoclonal capaz de diminuir o processo de reabsorção óssea dos tecidos periapicais de dentes com infecção endodôntica. Especificamente, o intuito era neutralizar a ação do mediador pró-inflamatório Semaforina 4D, visto que este está associado com diminuição da atividade osteoblástica durante o processo de reabsorção óssea.

Foram realizados experimentos ″ in vitro″ e ″in vivo″ , utilizando técnicas de biologia molecular, bem como exames imagiológicos (tomografia microcomputadorizada), que demonstraram que o anti-corpo produzido pelo grupo de pesquisa foi capaz de diminuir a produção de Semaforina 4D. Além disso, pela primeira vez, ficou comprovado que a Semaforina 4D está associada com a diminuição da regeneração óssea durante o desenvolvimento da periodontite apical.

A importância deste estudo, explica a autora, é que a Semaforina 4D pode ser um novo alvo terapêutico para diminuir o processo de reabsorção óssea e promover a regeneração óssea durante o desenvolvimento da periodontite apical.

Outros trabalhos apresentados foram “Percepções de educadores sobre atenção à saúde bucal em um Centro de Educação Infantil do sul do Brasil”, de autoria de Lucimara Cheles da Silva Franzin; “O efeito do ácido fluorídrico e da formulação do cimento resinoso na resistência de união entre uma cerâmica de dissilicato de lítio e dentina”, de Daniel Sundfeld Neto; “Influencia da viscosidade de moléculas de chitosan no efeito anti-erosivo de um dentifrício contendo flúor e estanho”, de Nubia I. Pavesi Pini; e “Espessura da corticol óssea zigomático-maxilar em pacientes hiper, normo e hipodivergentes: estudo tomográfico”, de Julyano Vieira da Costa.

Durante a reunião da SBPqO são apresentados os trabalhos desenvolvidos e em desenvolvimento em todos os centros de pesquisa brasileiro. Participar do SBPqO é fazer parte do seleto grupo de cientistas e ter a oportunidade de inteirar-se do que está sendo desenvolvido/descoberto nas áreas das especialidades odontológicas.

DESTAQUES VEJA TODOS