< Voltar

Ciclo Interdisciplinar envolve novos cursos na atenção à Saúde da Criança e Adolescente

09 de outubro de 2017

O I Ciclo Interdisciplinar de Palestras sobre Promoção à Saúde da Criança e Adolescente, realizado no final de semana na UNINGÁ envolveu novos cursos da instituição na questão. Foram realizados cinco ciclos de palestras dos quais envolvendo três novos cursos.

A presidente da Liga Acadêmica Pediátrica (Laped) da UNINGÁ, Aryana Amorim, reforça a proposta de trabalhar a saúde da criança e do adolescente como um todo, envolvendo os profissionais com alguma ligação com a questão. “Conseguimos agora reunir todos os cursos que de alguma forma tem algo relacionado à saúde da criança e do adolescente”, disse.

Ela lembra que esse é o primeiro ciclo integrado reunindo todos os cursos com alguma referência no assunto. “Trouxemos todos os que de alguma forma podem contribuir com a melhoria da qualidade das políticas de saúde da criança e do adolescente, seja na forma de exposição ou de palestras”.

O Pró-reitor de Ensino da UNINGÁ, professor Ney Sitval, abriu o Ciclo Interdisciplinar parabenizando a equipe do Laped, pelo trabalho excepcional de aglutinar os cursos na questão da saúde da criança e do adolescente. “O trabalho de saúde não pode mesmo ser isolado, principalmente quando se trata de crianças e adolescentes”.

Segundo Stival, poucas instituições possuem um programa deste nível e essa abrangência de trabalho. “Quando vocês entrarem na profissão verão a importância dessa interdisciplinaridade”, disse o Pró-reitor aos acadêmicos.

A coordenadora do Laped, professora doutora Clarissa Amado, agradeceu a colaboração das professoras doutoras Mariane Arns e Vera Beltran na organização do Ciclo, e destacou o papel da Liga em fortalecer a pediatria. “A Liga surgiu para aprofundar o ensino, pesquisa e extensão em pediatria e os cursos que estão agora no primeiro ciclo vão entender esse compromisso”.

Através do Ciclo Interdisciplinar, reforçou doutora Clarissa Amado, será possível ampliar o conhecimento e ter um olhar global na questão da saúde da criança e do adolescente. “O debate envolve todos que de alguma forma podem contribuir para essa questão”, lembrou.

No total foram realizados cinco ciclos. O primeiro dos cursos de Agronomia, Enfermagem e Nutrição, o segundo da Medicina, Arquitetura e Medicina Veterinária, o terceiro de Ciências da Computação, Psicologia e Educação Física, o quarto da Biomedicina, Farmácia e Medicina, e o quinto da Odontologia, Fonoaudiologia e Fisioterapia.

O Ciclo Interdisciplinar foi aberto pela Bateria PercUrsão, formada por alunos do curso de Medicina da UNINGÁ. As palestras envolveram temas diretamente relacionados com a saúde da criança e do adolescente, indo dos benefícios dos alimentos livres de agrotóxicos aos riscos do mundo digital além de todos os relacionados diretamente à saúde.

O I Ciclo Interdisciplinar de Palestras Promoção à Saúde da Criança e do Adolescente foi uma realização da Laped com apoio da UNINGÁ e Instituto São Rafael. A participação do evento faz parte do processo seletivo de novos membros da Laped.    

DESTAQUES VEJA TODOS