< Voltar

Desafio Smart City define processo de classificação de finalistas

19 de outubro de 2017

O Centro de Inovação de Maringá realizou nesta quinta-feira (19) na UNINGÁ reunião definindo o processo de classificação dos projetos do Desafio CIM Smart City edição 2017, que ocorre no sábado no Sebrae. Participaram da reunião representantes de todos os setores envolvidos no desafio, que tem patrocínio da UNINGÁ.

A partir da classificação do próximo sábado, as equipes finalistas vão receber orientações e reapresentar seus projetos na final agendada para o dia 31 de outubro. Os melhores projetos, explica o diretor executivo do Centro de Inovação de Maringá, José Leonardo Cano Quintino, recebem prêmio em dinheiro, troféus, horas de consultoria e de laboratório.

O Desafio CIM Smart City 2017 envolve 194 pessoas divididas em 43 equipes que produzem projetos em cinco temas propostos. Todas as equipes passaram por capacitação antes do início da produção dos projetos. Os temas são: Gestão de Resíduos – industriais e urbanos, Educação Digital para o Mundo Smart, Mobilidade Urbana, Integração Empresa Sociedade e Cidade Conectada.

Todos os temas, lembra o diretor executivo do CIM, são voltados para a realidade de Maringá. “Que podem ser soluções para outros municípios também”. Os melhores projetos, adianta, vão ser monitorados e acompanhados para serem aplicados na solução da área proposta.

O Desafio CIM Smart City 2017 é uma realização do Centro de Inovação de Maringá, UNINGÁ, Engenheiros sem Fronteiras, Senai, Sebrae, UEM e outras instituições de ensino. 

DESTAQUES VEJA TODOS