< Voltar

Projeto de acadêmicos da UNINGÁ entre os três melhores no Desafio Smart City

31 de outubro de 2017

Projeto de Gestão de Resíduos Industriais e Urbanos da equipe “Runner” formada pelos acadêmicos Victor Hugo Dias e Pietra Evelyn Militão, do curso de Engenharia Mecânica da UNINGÁ e mais dois acadêmicos de outras instituições ficou em terceiro lugar no Desafio Smart City 2017. O desafio propôs o desenvolvimento de soluções inovadoras para a resolução de problemas que impactam a cidade de Maringá

Outras duas equipes com integrantes da UNINGÁ ficaram entre as oito finalistas, a “Pluribus Unum” com quatro alunos de Arquitetura e a “Dome” com dois alunos da Engenharia Civil. O projeto vencedor foi da equipe “Mannatim”, que apresentou solução em Educação Digital para um Mundo Smart; e em segundo ficou a equipe “Luz”, com projeto no tema Integração Escola e Sociedade.

O Desafio Smart City 2017 envolveu 194 pessoas divididas em 43 equipes que produziram projetos nos cinco temas propostos. Todas as equipes passaram por capacitação antes do início da produção dos projetos. Os temas foram: Gestão de Resíduos – industriais e urbanos, Educação Digital para o Mundo Smart, Mobilidade Urbana, Integração Empresa Sociedade e Cidade Conectada.

Todos os temas foram voltados para a realidade de Maringá, mas podem ser aplicados em outros municípios. Os três projetos vencedores receberam prêmio em dinheiro, troféus e horas de consultoria e de laboratório.

O Desafio Smart City 2017 é uma realização do Centro de Inovação de Maringá, UNINGÁ, Engenheiros sem Fronteiras, Senai, Sebrae e outras instituições de ensino da cidade. 

DESTAQUES VEJA TODOS