< Voltar

Palestra sobre amputação e próteses reúne acadêmicos de Fisioterapia

21 de novembro de 2017

O professor Andrey Campos Golias proferiu palestra na noite de segunda-feira (20) sobre amputação e protetização para os acadêmicos do curso de Fisioterapia da UNINGÁ. Ele narrou a própria experiência em todo o processo de adaptação à prótese.

A área de amputação e protetização é muito importante e interessante para os alunos da área da Saúde, mais especificamente para os da Fisioterapia. São esses profissionais os responsáveis pela reabilitação dos pacientes”, explicou o professor.

A partir do momento da amputação, reforça Andrey Golias, o fisioterapeuta passa a ser o responsável em dar condições físicas para que a colocação da prótese seja mais efetiva. “Será o profissional da área que vai promover o cuidado ao amputado para que ele possa retomar sua vida, atividades de vida diária ou profissional da melhor forma possível”.

Através da intervenção do fisioterapeuta o paciente amputado terá uma marcha protetizada de qualidade, movimentos tão harmônicos quanto possíveis. “O profissional de Fisioterapia prepara o paciente inteiro para o momento da protetização, ensina a colocação da prótese, regula, alinha, treina e corrige eventuais problemas”.

Como fisioterapeuta que já tratou de vários amputados e como amputado e usuário de prótese, o professor Andrey Golias expôs a experiência aos alunos, desmistificando conceitos errados que a mídia impõe sobre estas pessoas. “Sempre é bom mostrar experiências bem sucedidas que valorizam a formação dos futuros profissionais e mostram a importância do trabalho do fisioterapeuta”, lembra. 

DESTAQUES VEJA TODOS