< Voltar

Engenharia da Computação da UNINGÁ aplica atividades experimentais multidisciplinares

21 de março de 2018

Aprender fazendo é a política do curso de graduação em Engenharia da Computação da UNINGÁ, que conta com estrutura de laboratórios em hardware e software e um corpo docente altamente qualificado. O curso visa formar profissionais preparados para atuar em áreas onde é necessária a combinação de conhecimento de engenharia eletrônica, em especial eletrônica digital, e de computação nos conceitos de software e hardware.

Para atender essa demanda o curso de Engenharia da Computação da UNINGÁ conta com uma excelente infraestrutura de laboratórios permitindo o ensino na metodologia Learning by Doing, ou “aprendendo fazendo”. Essa abordagem de ensino afirma a professora Claudia Heidemann, coordenadora do curso, une a prática ao conhecimento, utilizando técnicas que envolvem o ensino e aprendizado por meio de atividades experimentais interdisciplinares. “Facilitando a aprendizagem por parte dos alunos”.

O corpo docente é formado por profissionais das diferentes áreas da tecnologia, que dominam suas especialidades e levam as experiências para a sala de aula. O curso incentiva o acadêmico a explorar seu potencial criativo, dominar os temas para automatização de máquinas com processos digitais, utilizando conceitos da internet das coisas e computação nas nuvens.

O acadêmico será também preparado para a pesquisa, inovação e o empreendedorismo. Com o crescimento do uso da tecnologia em todas as áreas da economia e a necessidade de novos equipamentos e programas para atender o mercado, o campo de trabalho para o engenheiro da computação está entre os que apresentaram maior crescimento nos últimos anos.

O egresso do curso de Engenharia da Computação da UNINGÁ estará apto a atuar em todas as áreas e em todo processo de implantação e utilização da tecnologia dentro das empresas, bem como em projetos de inovação, no ensino e na pesquisa.

Fotos: Douglas Marçal

DESTAQUES VEJA TODOS