< Voltar

MAIS DE 1,2 MIL PARTICIPAM DE IV DIA DE CAMPO DA AGRONOMIA DA UNINGÁ

30 de abril de 2018

Mais de 1,2 mil pessoas participaram do IV Dia de Campo da Agronomia realizado pela UNINGÁ e Agro Uningá Consultoria (AUC) no sábado (28) no Núcleo de Agronomia Experimental, ao lado do campus da instituição. Além da Agronomia participaram do evento professores e acadêmicos de outros seis cursos.

Os acadêmicos Lucas e Rafael, do quarto ano de Agronomia abriram a programação da Dia de Campo cantando a música Cheiro de Mato. Também se apresentaram os acadêmicos Rômulo e Marcelo, que cantaram Jogado às Traças.

O presidente da Agro Uningá Consultoria, Wellington Júnior de Campos agradeceu a presença dos acadêmicos e convidados e apresentou alguns projetos da AUC. Entre os principais estão os desenvolvidos durante a Expoingá, o II Festival Agro Music e o Grupo de Estudos de Plantas Medicinais desenvolvido em parceria com o curso de Farmácia.

Na Fazendinha da Expoingá a AUC estará com os projetos Rios Voadores e Estufa da Sobrevivência, e em parceria com a Emater na realização do III Simpósio Paranaense de Flores e Plantas Ornamentais. Wellington Júnior convidou também para o II Festival Agro Music com a seletiva no dia 21 de maio e final no dia 21 de setembro. “Independente do curso todos estamos ganhando com esse Dia de Campo”, afirmou.

O técnico da Emater, Claudinei Antônio Minchio, elogiou a organização e destacou a importância do Dia de Campo na formação dos estudantes. “Aqui é a oportunidade de vocês receberem informações atualizadas do mercado e isso é essencial para qualquer profissional”.

Plantas Medicinais

A professora Ana Paula Teston, coordenadora do curso de Farmácia da UNINGÁ, falou da importância da participação no Dia de Campo e destacou a parceria com a Agronomia no Grupo de Estudos de Plantas Medicinais. “Essas parcerias como neste Dia de Campo fortalece todos os cursos presentes, ampliando a visão do acadêmico de forma geral”.

O engenheiro agrônomo da Usaçúcar, Pedro Andrade, egresso da UNINGÁ, participou do Dia de Campo e destacou a qualidade do curso. “A Agronomia da UNINGÁ oferece muito conteúdo e uma formação de excelência. Aproveitem e tenham determinação”, aconselhou.

O professor José Francisco Lopes Júnior, do curso de Agronomia da UNINGÁ, agradeceu a participação e destacou a importância da presença dos demais cursos. “Se analisarmos bem todos os cursos tem relação pois estão diretamente relacionados com a pessoa, a alimentação e o essencial para as pessoas”, afirmou.

O professor Sérgio Sirotti, coordenador do curso de Agronomia da UNINGÁ, comemorou o sucesso do Dia de Campo. “Diversificamos nas culturas e na participação de cursos o que é importante para a troca de experiência e na formação dos acadêmicos”, definiu Sirotti, lembrando a importância do Núcleo de Agronomia Experimental para os projetos não apenas do curso de Agronomia.

O Núcleo de Agronomia Experimental da UNINGÁ tem 14 hectares e fica ao lado do campus. “Poucas Instituições de Ensino Superior possuem uma estrutura dessas ao lado da sala de aula”, observou o professor José Francisco Lopes Júnior. Para o IV Dia de Campo foram apresentadas variedades de Fruticultura, Algodão, Café, Eucalipto, Cana, Milho, Hortaliças e Pastagens entre outras.

O Dia de Campo da Agronomia é uma oportunidade para os acadêmicos apresentarem os resultados de algumas culturas e novas tecnologias aos produtores, como também se envolverem diretamente na organização e realização do evento. Os demais cursos participantes também levaram conhecimento das áreas específicas apresentaras ao público.

Realizado pela UNINGÁ e Agro Uningá Consultoria o IV Dia de Campo da Agronomia contou com parceria da Emater, Embrapa, Sicredi, Agroquim, MIM Fertilizantes, Fortgreen, Instituto Matogrossense do Algodão, Inquima, Bayer, Somaco, Spraytec, Agroecologia, John Deer, LG Sementes, Adriana Sementes e Riber KWS Sementes.

Fotos: Douglas Marçal

DESTAQUES VEJA TODOS