Medicina da UNINGÁ marca presença em Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva
Acadêmicos do curso de Medicina da UNINGÁ, membros da Liga Acadêmica de Medicina Intensiva (LAMIU), participaram na última semana do CBMI 2018 em São Paulo.
Fonte:
Publicado em: 03/12/2018

Acadêmicos do curso de Medicina da UNINGÁ, membros da Liga Acadêmica de Medicina Intensiva (LAMIU), participaram na última semana do Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva (CBMI) 2018 em São Paulo. Na ocasião, além de participarem das palestras e cursos os acadêmicos apresentaram trabalhos, sendo cinco E-pôster e uma apresentação oral. Os temas de pesquisa dos acadêmicos foram: “Avaliação da Morbimortalidade e impacto econômico por septicemia no estado do Paraná” do Estevão Epifânio do 4º ano, “Análise do cenário de morbimortalidade por acidente vascular cerebral nos últimos 10 anos no Brasil” da Mayla Oshiro do 4º ano, “Comparação entre a morbimortalidade por infecção meningocócica nas cinco regiões do Brasil” da Clara Formanowicz do 4º ano, “Comparação entre a morbimortalidade por infecção meningocócica nas cinco regiões do Brasil” da Gabriela Toy no 3º ano, "Comparação entre as taxas de internação e mortalidade dos principais agravos que levam à admissão pediátrica em unidades de terapia intensiva do Brasil" da Thais Staninszewski do 4º ano, “Comparação entre os gastos financeiros e as porcentagens de óbitos nos internamentos em serviços públicos e provados no estado do Paraná em relação ao Brasil” da Lais Vecchi do 5º ano e a apresentação oral da Isabela Fernandes do 4º ano sobre “Septicemia no Brasil: uma comparação entre mortalidade e impacto econômico nos serviços públicos e privados”. 

Além do conhecimento adquirido, os acadêmicos tiveram a oportunidade de durante o congresso receber feedback positivo dos trabalhos apresentados de especialistas da área que participavam do evento. A Liga Acadêmica de Medicina Intensiva (LAMIU) da UNINGÁ disputou a Batalha de Ligas e ficou em 4º lugar, os mesmos já se preparam para o CBMI de 2019.